Queria voltar

Imagem

Foi tão fácil ser criança

A boneca, o sorriso, o lápis e correr.

A brincadeira, sonhar, a balança.

Pular, gritar, imaginar sem perceber

Que hoje deixaria eu

De ser menina

Para tornar-me mulher.

Quanto doeu

Passar do lápis para o pincel, sofrida

Das tintas ao batom.

Quem diria que é sofrida

A fase de crescer?

Que o amor teria um som

Que quando se é criança

Não se escuta

O gritar da sofrida esperança

Quando se cresce, pergunta:

– Por que não aproveitei, brinquei?

Quando se é pequeno olha à frente

Ao ser adulto, permuta.

Olha para trás e diz: e hoje sou descontente

Como queria voltar a ser ingênua

Como queria diminuir a ansiedade da vida

Por que não vemos a verdade nua?

Porque senão nunca estaríamos nesta corrida

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s